Resumo Londres – dias 5 e 6

Dia 5

Thiago Camilo era mais uma expectativa de medalha no judô. Chegou bem na semifinal mas com duas derrotas acabou sem subir ao pódio (que seria o terceiro na sua carreira). No tênis, Marcelo Melo e Bruno Soares terminaram o jogo de duplas que começou na segunda-feira e venceram o último set por 24 a 22. A duração da partida? Quatro horas e vinte e um minutos.

No basquete feminino, nova derrota. Situação complicadíssima para as brasileiras que mesmo com uma eventual classificação, têm grandes chances de ficar em quarto lugar e enfrentar os Estados Unidos na próxima fase. A equipe de handebol venceu a Grã-Bretanha e segue 100%, com três vitórias em três jogos. E o futebol masculino passou fácil pela semiprofissional seleção da Nova Zelândia e chega às quartas com grande favoritismo.

César Cielo chegou em sexto na prova dos 100m livre da natação, vencida pelo americano Nathan Adrian. Enquanto isso, Sérgio Sasaki Junior ficou em décimo lugar no individual geral da ginástica, melhor resultado que um brasileiro já conseguiu nessa prova.

Teve até exclusão de atletas. Duplas de badminton da Coreia do Sul (duas duplas), Indonésia e China foram banidas da competição pois foram acusadas de manipular seus resultados. As duplas foram acusadas de perder jogos intencionalmente, como forma de escolher futuras adversárias na competição.

Decepção do dia: vôlei feminino. Vitória sofrida na estreia contra a Turquia, derrota para os Estados Unidos e nova derrota, dessa vez por 3 sets a 0 e contra a Coreia do Sul. O que acontece?

Dia 6

O sexto dia não foi lá essas coisas para os atletas brasileiros. Sim, é verdade que Mayra Aguiar conquistou a medalha de bronze no judô, categoria meio-pesado feminino (até 78kg). Mayra tem apenas 21 anos e foi a responsável pela quarta medalha do Brasil em Londres – a terceira do judô. Kayla Harrison, que venceu Mayra na semifinal ficou com o ouro.

Thiago Pereira chegou em quarto na final dos 200m medley em difícil prova, vencida por Michael Phelps. Aliás, essa foi a vigésima medalha na carreira do americano, décima sexta de ouro. Cesar Cielo e Bruno Fratus se classificaram à final do 50m livre, que acontece nessa sexta, 2.

A seleção masculina de basquete fez jogo equilibrado com a Rússia. Teve um apagão no segundo quarto mas reagiu. No final, abriu dois pontos com menos de dez segundos para o término. E não é que os russos acertaram incrível bola de três pontos na bola seguinte? Vitória para os russos, mas calma. Uma vitória contra a China deixa encaminhada a classificação em terceiro lugar, enfrentando possivelmente Argentina ou França. Não é fácil, mas já é melhor que Estados Unidos.

E a dupla masculina de tênis, após a vitória épica na rodada anterior perdeu para os franceses Jo-Wilfried Tsonga e Michel Llodra. Cansaço?

Decepção do dia: vôlei masculino. A derrota para os Estados Unidos por 3 sets a 1 não é tão absurda. Os norte-americanos, atuais campeões olímpicos, chegam com uma equipe bem forte. Mas o Brasil apresentou pouco para quem quer ser medalha de ouro. Ao menos, perdeu quando podia perder.

O que podemos esperar nos próximos dias de Olimpíadas?

Comente também no Twitter: http://twitter.com/juniorlourenco

Advertisements

About Junior Lourenço
25 anos, jornalista e publicitário. Editor do blog É Pênalti e do 30jardas – a comunidade do polo brasileiro (http://www.30jardas.com.br). Colunista de Marketing Esportivo do site Trivela.com- (http://trivela.uol.com.br/especial/marketing/) Siga também no twitter – http://www.twitter.com/juniorlourenco

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s