Acontece na Europa

Passada a bucólica repescagem para a Eurocopa 2012 (diga-se, com classificação de Portugal, Irlanda, Croácia e República Tcheca) o fim de semana teve rodada dos campeonatos europeus, para alegria geral dos apreciadores.

Na Inglaterra, ninguém segura o City. Em um jogo teoricamente perigoso, atropelaram o Newcastle e continuam líderes invictos. Por sinal, anunciaram o maior prejuízo do futebol inglês em um ano: 550 milhões de euros. Será que algum torcedor se importa?

E o Borussia Dortmund trouxe equilíbrio pro campeonato alemão. Os atuais campeões venceram o líder Bayern, em Munique, por 1 a 0. A diferença entre eles agora é de dois pontos.

Na Espanha, advinhem só quem está no topo. Acertou quem disse Real Madrid e Barcelona, nessa ordem. Em um daqueles confrontos passíveis de derrota (ou ao menos empate), os madridistas fizeram 3 a 2 no Valencia. Segue a monotonia na classificação.

Monotonia não há na Itália, apesar da liderança da Juventus, que conseguiu boa vitória contra o Palermo por 2 a 0. Mas a classificação anda tão equilibrada (além da Juve, Udinese, Milan e Lazio aparecem no topo) que nenhum time despontou como grande favorito. Melhor pro campeonato.

Siga também no Twitter: http://twitter.com/juniorlourenco

Curta a página no Facebook: https://www.facebook.com/#!/juniorlourenco.page

Duas rodadas

Duas rodadas e só. Está terminando o campeonato brasileiro mais maluco da era dos pontos corridos.

À essa altura, o título do Corinthians parece óbvio, mas como obviedade não combina com maluquice, o melhor é aguardar.

Além do título, duas vagas da Libertadores estão em aberto (considerando que o embalado Fluminense não deixará escapar a sua), assim como dois rebaixamentos.

Quer melhorar? vários clássicos estão agendados para as últimas rodadas. Poderemos ver: Palmeiras tirando a taça do Corinthians, Botafogo estragando a festa vascaína, Grêmio impedindo a classificação do Internacional na Libertadores ou Atlético rebaixando o Cruzeiro.

Aguardemos, aguardemos.

Siga também no Twitter: http://twitter.com/juniorlourenco

Curta a página no Facebook: https://www.facebook.com/#!/juniorlourenco.page

Técnicos

Tite está na liderança e é alvo de críticas a cada empate.

No rival, Felipão dirige o time na décima terceira posição e às vezes parece o único com

crédito pelos lados alviverdes.

Cuca, tantas vezes estampado como ‘quase-vitorioso’, tirou o Atlético-MG da zona de

rebaixamento. Lá está o rival do Galo, o Cruzeiro, que outrora demitiu o mesmo Cuca.

Luxemburgo e o inconstante Flamengo dão sinais de que a Libertadores já é o bastante. Teria

o professor vencedor se convencido de ambições mais modestas?

E no Sul, Celso Roth, campeão da Libertadores em 2010 com o Internacional, comanda o Grêmio enquanto décimo primeiro da lista.

Ninguém fala do Figueirense? Sexto colocado. Sabe quem é o técnico? Jorginho, o auxiliar de Dunga.

E Antônio Lopes (esse memsmo) passou por dois clubes nesse Brasileirão. Treinou o América-MG e agora está no Atlético-PR. Ambos na zona de rebaixamento. Coincidência?

Nota do Blog: sim, o Blog sabe que os técnicos não estão no topo ou na rabeira sozinhos, e

que todos eles dependem de um grupo de jogadores. Chamemos isso de licença poética.

Siga também no Twitter: http://twitter.com/juniorlourenco

Curta a página no Facebook: https://www.facebook.com/#!/juniorlourenco.page

Marketing esportivo: Neymar, a celebridade (Trivela.com)

Texto publicado no site Trivela.com

Neymar, a celebridade

Invariavelmente o noticiário esportivo tem sempre algo para falar de Neymar. Seja um gol, muitos gols ou especulações sobre transferências, já nos acostumamos a ver o atacante santista nos jornais e nas televisões. Mas a fama de Neymar vai além. Ele faz parte do seleto grupo de jogadores que ultrapassam a categoria de atletas famosos, para celebridades que também estão no esporte. A partir daí, as notícias não são apenas esportivas. O nome de Neymar começou então a pulular em sites de fofocas, revistas voltadas ao público jovem e programas de auditório. Assim, o Santos criou (mais) um ícone midiático. E dos bons.

Ganchos esportivos, não faltam. Neymar é famoso desde os treze anos de idade quando despontava nas categorias de base. Em campo, já tem cinco títulos (incluíndo uma Libertadores e um sul-americano com a seleção sub-20) e 15 partidas pela seleção brasileira, com oito gols. Recentemente a Fifa divulgou a lista dos vinte e três candidatos ao prêmio de melhor jogador do mundo, e lá estava o nome dele. O último jogador atuante na América do Sul a constar na lista, polêmica por demonstrar esquecimento sobre o que acontece nos outros continentes além da Europa, foi o argentino Riquelme.

Como não poderia deixar de ser, Neymar recebe sondagens diariamente. As especulações sobre seu próximo clube são tão frequentes quanto seus belos gols. A mais famosa das abordagens, foi a real proposta do Chelsea no ano passado, recusada pelo próprio jogador. Além da decisão pessoal do atleta, a direção do Santos tem muitos méritos em sua manutenção. O grupo de empresários liderado pelo presidente do clube Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, desenvolveu uma verdadeira engenhoca financeira para que Neymar ganhasse aqui o que poucos clubes do exterior pagariam. Inclusive, esse trabalho de gestão da carreira do jogador rendeu ao Peixe dois prêmios Marketing Best, da Editora Referência.

As marcas que o apoiam não são poucas e as campanhas devem ficar ainda mais agressivas afinal, Neymar é um dos agenciados pela 9ine. Em seu site, os patrocínios mencionados são de Nike, Panasonic, Tenys-pé e Lupo. Lembremos também de ações para as marcas Nextel e Gillette.

Com tanta exposição, deveriam os gerenciadores da carreira de Neymar ficar preocupados com a saturação de sua imagem? Talvez, mas não agora. Isso porque a pesquisa divulgada em 2011 pelo Sport+Markt* concluiu que ele – em empate técnico com Ronaldinho Gaúcho – é o jogador mais querido do Brasil. Os resultados indicam o carinho que todas regiões do Brasil tem com o garoto.

Com toda essa popularidade, Neymar não poderia estar fora do mundo virtual. Seu site oficial não possui um conteúdo diferenciado, mas apresenta interessante descrição sobre a marcar NJR (Neymar Jr). No Twitter, com mais de dois milhões e meio de seguidores o jogador é bem informal. Posta links e comenta sua rotina, afinal, há quem ache isso interessante. No Facebook o conteúdo é similar e a fanpage tem mais de um milhão e meio de “curtir”.

Enquanto ainda atua no Brasil, as entrevistas e notícias nos veículos nacionais são mais frequentes. É natural então, que Neymar tenha mais exposição na mídia que seus colegas “estrangeiros” de seleção. A imagem construída em torno dele passa interessantes atributos, como bom humor, talento e ousadia. Além, claro, de outras tantas características inerentes aos atletas vitoriosos.

A carreira de Neymar tem sido muito bem gerenciada até aqui. Unindo esse planejamento extracampo com as jogadas espetaculares de cada rodada, Neymar é um produto e tanto.

E é importante que suas atuações falem mais alto que seus contratos, afinal, os títulos deveriam ser os maiores reconhecimentos para os atletas. Felizmente, a maioria das notícias sobre o atacante ainda são suas jogadas dentro das quatro linhas. Talento, não há marca que compre.

Pra refletir: qual outro jogador em atividade no Brasil tem potencial similar para os patrocinadores?

Siga também no Twitter: http://twitter.com/juniorlourenco

Curta a página no Facebook: https://www.facebook.com/#!/juniorlourenco.page

*a Sport+Markt entrevistou um total de 8.235 pessoas, de todos os estados do país.

Champions League – resumo

Terminou a quarta rodada da Champions League. 38 gols em 16 jogos não é lá aquela média fantástica. Mas é o que temos pra hoje (e ontem). Vamos aos resultados e comentários.

Grupo A

Bayern de Munique (Alemanha) 3×2 Napoli (Itália)
Villarreal (Espanha) 0x3 Manchester City (Inglaterra)

O Bayern de Munique vencia por 3 a 0 e concedeu dois gols. Mario Gomez fez os três gols, anotando o famoso hat-trick. Federico Fernandez marcou os dois dos napolitanos. Enquanto isso, o City conseguiu importante goleada contra o Villarreal.

Classificação

Bayern de Munique – 10 pontos
Manchester City – 7 pontos
Napoli – 5 pontos
Villarreal – 0 pontos

A próxima rodada reserva decisivo encontro entre Napoli e Manchester no San Paolo, em Nápoles. É desse jogo que sairá o segundo colocado.

Grupo B

Trabzonspor (Turquia) 0x0 CSKA Moscou (Rússia)
Internazionale (Itália) 2×1 Lille (França)

Mesmo jogando com um a mais nos últimos minutos, o Trabzonspor não conseguiu marcar contra o CSKA. Na Itália, uma falha incrível da zaga permitiu ao Lille anotar seu gol. Mas Samuel e Milito já tinham deixado a Inter com 2 a 0.

Classificação

Internazionale – 9 pontos
CSKA Moscou – 5 pontos
Trabzonspor – 5 pontos
Lille – 2 pontos

Decepção. Assim pode ser classificado o desempenho do Lille, atual campeão francês. Hoje, mais uma derrota. Dessa vez para a Internazionale, que não vai bem no italiano, mas caminha para a classificação. CSKA Moscou aparece como favorito para a outra vaga.

Grupo C

Manchester United (Inglaterra) 2×0 Otelul Galati (Romênia)
Benfica (Portugal) 1×1 Basel (Suíça)

Vitória importante e discreta do Manchester United contra os romenos do Otelul Galati, que parecem ter ido passear na Champions League. Benfica cedeu empate em casa contra o Basel na briga direta pela segunda vaga.

Classificação

Manchester United – 8 pontos (saldo 4)
Benfica – 8 pontos (saldo 3)
Basel – 5 pontos
Otelul Galati – 0 pontos

United se recuperou e as duas vitórias seguidas na Champions deixam o clube mais tranquilo. Benfica desperdiçou oportunidade valiosa de assumir a liderança. Agora vai até Old Trafford tentar arrancar algum ponto.

Grupo D

Lyon (França) 0x2 Real Madrid (Espanha)
Ajax (Holanda) 4×0 Dinamo Zagreb (Croácia)

Quarta vitória do Real Madrid, com direito a centésimo gol de Cristiano Ronaldo vestindo a camisa merengue. Bela vitória do Ajax, mas é bom lembrar que o Dinamo Zagreb tem a pior campanha da Champions até aqui e ainda não marcou um gol sequer.

Classificação

Real Madrid – 12 pontos
Ajax – 7 pontos
Lyon – 4 pontos
Dinamo Zagreb – 0 pontos

Campanha 100% do Real Madrid (os únicos a conseguirem tal feito, inclusive). O Ajax abriu três pontos, mas vai até Lyon na próxima rodada. Partida decisiva.

Grupo E

Valencia (Espanha) 3×1 Bayer Leverkusen (Alemanha)
Genk (Bélgica) 1×1 Chelsea (Inglaterra)

Empate importante do Genk, que não fez feio em casa contra o Chelsea. No outro jogo, que valia muito mais, Jonas fez um gol relâmpago e o Valencia respira.

Classificação

Chelsea – 8 pontos
Bayer Leverkusen – 6 pontos
Valencia – 5 pontos
Genk – 2 pontos

Leverkusen e Valencia já se enfrentaram duas vezes. Resta saber quem conseguirá tirar pontos do Chelsea. Nada tão impensável assim.

Grupo F

Arsenal (Inglaterra) 0x0 Olympique de Marselha (França)
Borussia Dortmund (Alemanha) 1×0 Olympiacos (Grécia)

Um gol em dois jogos. Média pífia, que só serviu para o Borussia Dortmund conseguir sobreviver. Que os clubes façam melhor na próxima.

Classificação

Arsenal – 8 pontos
Olympique de Marselha – 7 pontos
Borussia Dortmund – 4 pontos
Olympiacos – 3 pontos

Se o Borussia Dortmund recuperou-se muito tarde, só veremos na próxima rodada quando o clube alemão vai até Londres enfrentar o Arsenal.

Grupo G

APOEL (Chipre) 2×1 Porto (Portugal)
Zenit (Rússia) 1×0 Shakhtar (Ucrânia)

Mais uma vitória dos cipriotas do APOEL. Hulk empatou no finalzinho mas outro brasileiro, Gustavo Manduca, ainda teve tempo de fazer o segundo. No outro jogo, o Zenit fez a lição de casa.

Classificação

APOEL – 8 pontos
Zenit – 7 pontos
Porto – 4 pontos
Shakhtar – 2 pontos

Quem diria que o APOEL estaria na liderança? Eu não diria, mas agora digo. E como segue o manual de instruções: duas vitórias em casa, dois empates fora. Zenit, Porto e Shakhtar, campeões recentes da Liga Europa (e Copa UEFA), estão atrás do adversário menos famoso.

Grupo H

Viktoria Plzen (República Tcheca) 0x4 Barcelona (Espanha)
BATE Borisov (Bielorússia) 1×1 Milan (Itália)

Empate interessante para o BATE Borisov de olho no terceiro lugar que dá vaga para a Liga Europa. E no Barcelona, Messi fez três. Novidade?

Classificação

Barcelona – 10 pontos
Milan – 8 pontos
BATE Borisov – 2 pontos
Viktoria Plzen – 1 ponto

As vagas já estão definidas – na verdade, estão definidas desde que o sorteio foi realizado. Interessante ver quem ficará na primeira colocação. O Milan recebe o Barcelona e precisa vencer. Caso termine em segundo, os italianos podem enfrentar um primeiro colocado forte logo nas oitavas (por exemplo, o Real Madrid).

Siga também no Twitter: http://twitter.com/juniorlourenco

Curta a página no Facebook: https://www.facebook.com/juniorlourenco.page?ref=ts