Dia 03 – Os brilhantes alemães

Na primeira rodada do grupo D, a cena foi indiscutivelmente roubada pela Alemanha, após a incrível vitória por 4 a 0 contra a Austrália. Mais do que a vitória, eles foram responsáveis pela melhor atuação de uma seleção até aqui, mostrando um futebol de muita inteligência, disciplina e talento. Inteligência pois, com exceção do início de jogo, quando os australianos pressionaram, a equipe teve o controle da partida em todos os momentos. Cadenciou o jogo quando preciso e atacou quando viu oportunidades. Disciplina, necessária para aplicar o esquema tático implantando pelo técnico Joachim Low. E como funcionou! Os três meio-campistas escalados para municiar um centroavante envolveram facilmente a defesa adversária. E talento não faltou. O lateral Phillip Lahm é mesmo um dos melhores da posição no mundo, e fez questão de mostrar isso hoje. Incisivo, aproveitou da fragilidade ofensiva da Austrália e atacou muito, participando de dois gols. Podolski, Ozil, Muller e Klose. Como jogaram os homens de frente da Alemanha. É muito cedo pra imaginar onde eles vão chegar, mas foi um belo cartão de visitas.

Também pelo mesmo grupo, Sérvia e Gana fizeram um duelo de pouca criatividade. Aproveitando-se de um bom toque de bola a Sérvia até fez um primeiro tempo razoável, enquanto Gana se defendia. Mas no geral, os sérvios foram uma decepção, jogando bem abaixo do que deles se esperava. Gana jogou como está habituada, se defendendo. Foi assim na Copa Africana de Nações em janeiro, foi assim na estreia de hoje. Se defendeu e ganhou de presente um pênalti no fim do jogo, após uma mão na bola inacreditável de Kuzmanovic (que veio do banco de reservas). Gyan marcou o gol e deu a primeira vitória africana nesta Copa, terminando numa bonita festa dos jogadores após o apito final.

E no primeiro jogo do dia, Argélia e Eslovênia fizeram talvez o pior jogo até aqui. Não que se esperasse muito, mas em um jogo sem muita inspiração das seleções, precisou-se de uma falha individual para o placar ser aberto. Mas não foi qualquer falha. O goleiro argelino Chaouchi aceitou o chute de Koren e foi só: 1 a 0, Eslovênia. Vale lembrar que essas equipes eliminaram na repescagem Egito e Rússia, respectivamente. É de se imaginar que os eliminados teriam feito coisa melhor.

A curiosidade é que os três times derrotados tiveram jogador expulso. Coincidência?

Na segunda, teremos Holanda x Dinamarca(Grupo E); Japão x Camarões(Grupo E); Itália x Paraguai(Grupo F). Para o resumo dos jogos, além dos perfis de todas as seleções acesse o Blog É Pênalti.

https://epenalti.wordpress.com/category/grupo-d/

https://epenalti.wordpress.com/category/grupo-e/

https://epenalti.wordpress.com/category/grupo-f/

Siga também no twitter: http://www.twitter.com/juniorlourenco

Advertisements

About Junior Lourenço
25 anos, jornalista e publicitário. Editor do blog É Pênalti e do 30jardas – a comunidade do polo brasileiro (http://www.30jardas.com.br). Colunista de Marketing Esportivo do site Trivela.com- (http://trivela.uol.com.br/especial/marketing/) Siga também no twitter – http://www.twitter.com/juniorlourenco

One Response to Dia 03 – Os brilhantes alemães

  1. Gilberto Orlandi says:

    O grupo D aparentemente é o mais definido.
    Difícil vai ser prever algo para o A.
    E o Denilson comentarista? Chorei qdo vc disse q ele tá parecendo uma criancinha, hahaha.
    Abraço e boa segunda de jogos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s